O poste com dois braços

Mais um exemplo da confusão entre o público e o privado, desta feita o beneficiado é o Deputado Estadual do PR Nelson Justos!

Isso acontece em Guaratuba, no litoral do Estado do Paraná.

[singlepic id=910 w=320 h=240 float=center]

Clique para ampliar

Conversando com um cidadão aqui de Guaratuba, também justiceiro, tipo o Fanchin que também não deixa por menos, esse senhor me disse o seguinte: (referente ao poste com dois braços).

O primeiro braço ( nº 1) com a respectiva lâmpada foram colocados pela prefeitura para o lado da residência, dessa forma iluminando a calçada e o quintal da mesma, sendo que deveria estar colocado para o lado da rua.

O cidadão indagou ao proprietário o porquê daquilo, já que todos os braços que conhecemos estão virados para as vias públicas.

O proprietário não gostou da indagação, disse ao senhor que ele não tinha nada com isso e  pediu para o segurança mandar o cidadão cair fora.

Não se conformando, o nobre senhor disse que iria comunicar a imprensa para fotografar e relatar a situação.

Diante disso, a prefeitura foi acionada e imediatamente tomou as devidas providências.

Só que não trocou o braço para o lado da rua como era de se esperar e seria a atitude correta, mas sim colocou mais um braço, o de n° 2 para iluminar a rua.

Sendo assim o n° 1 ilumina a casa e o n° 2 ilumina a rua. Maravilha!

Duvido que um de nós reles mortais consiga uma façanha dessas.

Pergunta:

Sabem os amigos de quem é a casa?

Vou dar uma dica.

Ele é o deputado estadual Nelson Justus (DEM), presidente da Assembléia Legislativa do Paraná e cunhado da atual prefeita Evani Justus (PSDB).

Por que será que a Copel atendeu fora do padrão?

[Voltar]