Capacho em ação: “Juiz federal do DF anula fase da Lava-Jato e determina desbloqueio de bens de investigados”

Os corruptos de bananistão sempre podem contar com seus capachos togados.

Obrigado, milicos de merda, por todo o nojo que vocês estão fazendo o povo que os sustenta sentir dos políticos, magistrados e dos senhores, também, ao não cumprirem o juramento solene de fé e honra, prestado sob a bandeira e à memória de Caxias, deixando corruptos de todo tipo sapatearem e cuspirem no povo que trabalha e paga impostos. Leia aqui

Equipe econômica busca acelerar analise de PEC sobre redução salarial de servidores

E por quê não acabar com fundão eleitoral, cargos comissionados, lagostas e vinhos premiados no banquete dos inúteis do STF; abolir regalias de políticos e magistrados que não prestam para nada além de torrar o dinheiro do contribuinte; aposentadoria e regalias de ex-presidentes cassados por corrupção?

Sempre o servidor concursado, que carrega o serviço público nas costas é quem leva a culpa da incompetência de gente que não teve competência para passar em concurso público e vive parasitando o contribuinte.

Os políticos vigaristas, imundos, inúteis e corruptos desta terra maldita não perdem uma oportunidade sequer de serem motivo de nojo e escárnio popular.

Quem é mais importante ao povo que paga impostos: médicos, farmacêuticos, enfermeiros, professores ou procuradores de justiça que ganham muito para não fazerem praticamente nada? Leia aqui

Estudo confirma que Justiça Eleitoral vive crise de imagem e acende alerta no TSE

Só a justiça eleitoral, ou toda a (in)justiça inútil, corrupta, protetora de corruptos e criminosos ricos?

Acordem ministros inúteis, vigaristas togados. Vocês já conquistaram seus merecidos lugares no lixão da história. O povo que os sustenta à lagosta, caviar e vinho premiado tem nojo de vocês.

Se Deus fosse realmente brasileiro e Cristo tivesse nascido na Bahia, como cantava o vagabundo, inútil e idolatrado Dorival Caimmy, Lula e o quinteto maldito de uma certa corte de injustiça tupiniquim estariam ardendo e apodrecendo no inferno há muito tempo. Leia aqui

Tem que desenhar para o jornalismo canalha e acéfalo da Globo que o problema não está na urna, mas na rede

Dá nojo assistir os programas jornalísticos da Globo. É só mentiras.

O problema do voto eletrônico não está na urna, que não é ligada à rede, mas no envio dos dados via rede, onde podem ser interceptados e modificados, e também na totalização no TSE, sendo sempre lembrado, o tempão que Dias PTóffoli ficou trancado sozinho na sala de totalização de votos e depois saiu eufórico anunciando a reeleição da debilóide Dilmanta Mandiocasseff, contra todas as pesquisas de boca de urna e projeções estatísticas.